Grande série! Embora a memória falhe,lembro-me vagamente disto. E a frase "quem és tu, zé gato?" ficou para sempre.
Tempos em que os argumentistas de séries portuguesas eram originais e não se limitavam a copiar o que vem de lá de fora. A cópia será sempre uma cópia.
JC a 24 de Outubro de 2008 às 21:00